examedaoab.com, Agente Publicitário
  • Agente Publicitário

examedaoab.com

Brasília (DF)
1.262seguidores2seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Nós somos o portal mais completo de preparação para o Exame da OAB. Contamos com uma tecnologia única, que determina suas chances de aprovação e orienta seus estudos de forma ótima. Ainda disponibilizamos um material completo para ambas as fases!

Recomendações

(164)
Professora Katia Dias
Professora Katia Dias
Comentário · mês passado
Trabalho em escola, com EJA, Educação de Jovens e Adultos. Um aluno com a pele mais branca que a minha, e que em uma certa ocasião fui chamada de"branquela aguada", com duas bolas de gude bem verdes nos olhos, entregou a sua ficha de saúde quando estava fazendo chamada na sala de aula e quando fui conferir, na parte cor, estava marcado parda. Chamei o aluno e disse: "Você anotou cor parda." Olhou bem para mim com o rosto de poucos amigos e disse: "Você não está vendo que eu sou negro? Olha bem...." Como entre eu e ele tinha um vidro, disse: "Desculpe, o reflexo do vidro não estava deixando eu ver sua cor. Você é negro." Nesse mesmo, ele pega seu R.G. e mostra: pardo. Se ele é pardo, minha foto está no perfil, eu sou uma pedra de carvão. A questão que não consigo entender é que se perante a Declaração Universal de Direitos Humanos temos direitos iguais independente de sexo, raça, religião, quando colocamos cotas estamos declarando que não somos iguais e não temos os mesmos direitos. Na minha posição, a lei de cotas é discriminatória com as demais pessoas que não pertencem às cotas. Se querem ser tratados de forma igualitária na sociedade, não entendo o motivo de precisarem de cotas para universidades. Concordo que pessoas com deficiência, se esta for cognitiva necessitem de cotas. Caso contrário, o intelecto não é afetado não precisa de cotas. Agora uma questão para mim é clara: o aluno que vem de escola pública não tem a mesma condição de competir com alunos de escolas particulares. Então a legislação deveria mudar. Aluno que estudou a vida inteira em escola particular deveria pagar a mensalidade na Universidade Pública. E mesmo pagando, somente 10% das vagas iriam para esses alunos. 90% das vagas deveriam ir para os alunos de escolas públicas. Veja bem: os vestibulares, ENEM, são conteudistas. As escolas públicas não conseguem atingir a mesma quantidade de conteúdo. Na sua maioria inútil. A lei também deveria deixar claro que não adiantaria o aluno mudar para a escola pública no ensino médio, ou no último ano do ensino médio. Se houve um reverso na vida da pessoa, ela terá que provar. Todo o sistema de vestibular é equivocado. Não existem questões para saber se o aluno sabe pensar, tem consciência das coisas, se compreende como ser social e como tal cada ação pode gerar uma conseqüência. Nada disso é questionado. Sociologia, filosofia não são importantes. Não concordo com cotas. Se fosse assim, minha bisavó era índia, meu bisavô mouro e minha bisavó cigana. Então tenho etnia indígena, negra e cigana. Teria quantas cotas?

Perfis que segue

(2)
Carregando

Seguidores

(1.262)
Carregando

Tópicos de interesse

(4)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como examedaoab.com

Carregando

examedaoab.com

Shis Qi 29 Bloco C Ed Dom Bosco Sala 103 - Brasília (DF) - 71675-530

(61) 3367-49...Ver telefone

Entrar em contato