jusbrasil.com.br
26 de Julho de 2017

Pesquisa sobre carreira em Direito aponta que 75% dos aprovados no Exame da OAB tentaram mais de uma vez

Foram até três tentativas até obterem a aprovação no Exame

examedaoab.com
Publicado por examedaoab.com
há 9 dias

A FGV Projetos, responsável pela aplicação do Exame da OAB, realizou um estudo sobre a carreira em Direito e apontou que 75% dos advogados fizeram até três tentativas para conseguirem a aprovação na prova, que é requisito fundamental para que se exerça a função.


O estudo foi feito baseado nas edições que compreendem o período de 2012 a 2015, mais especificamente da II até a XVII edição do Exame da OAB.

O estudo ainda apontou que 64% dos aprovados fizeram um curso preparatório para o exame. Deste total, a maioria optou por cursos online. A justificativa apontada pela FGV é que a maior parte dos bacharéis acredita que a faculdade não lhes proporcionou preparação suficiente para que obtivessem a aprovação no Exame.

O Exame da OAB é aplicado em duas fases e são realizadas três edições por ano. A primeira fase da próxima edição (XXIII) ocorrerá em 23 de julho.

Requisito fundamental para ao exercício da profissão

Além da graduação, o requisito fundamental para que um advogado possa exercer sua profissão é ser aprovado no Exame da Ordem. Sem o registro na OAB, a atuação é vetada.

O maior índice de aprovação no Exame da OAB, ainda de acordo com o estudo, é de candidatos provenientes de instituições públicas. No período em que a coleta de dados para a pesquisa foi realizada, foram 1,91 milhão de inscrições e 639 mil candidatos que fizeram as provas.

Destes números, cerca de 360 mil (56%) obtiveram a aprovação, sendo que, deste número, 143 mil (40%) foram aprovados na primeira tentativa.

Dentre o total de inscritos para o Exame, 93% cursaram a faculdade em instituições particulares, porém a média de aprovação destes alunos não passou de 18%. Dos alunos provenientes de instituições públicas, a aprovação alcançou 40%.

Sendo assim, das 20 instituições que tiveram o maior número de alunos aprovados, 19 são instituições públicas, sendo a concentração maior de aprovação na região Sudeste do país (55%). A Escola de Direito do Rio de Janeiro é a única instituição privada que figura no ranking.

As duas fases do Exame da OAB

A primeira fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil é composta por 80 questões de múltipla escolha. O conteúdo preparatório engloba as disciplinas obrigatórias do curso de Direito, como: Direito do Consumidor (Código do Consumidor), ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), Direitos Humanos, Hermenêutica, Estatuto da OAB, Código de Ética, entre outros. Para passar para a segunda fase do Exame, o bacharel precisa acertar 50% da prova.

A segunda fase do Exame é composta por quatro questões discursivas e a redação de uma peça profissional nas sete áreas do Direito: Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Penal, Direito Empresarial, Direito do Trabalho e Direito Tributário.

Ainda dá tempo

A sua aprovação está ainda mais próxima de ser alcançada. Conheça a melhor e mais eficiente metodologia que vai direcioná-lo à sua aprovação. Aqui suas chances de aprovação são calculadas estatisticamente e você tem a oportunidade de acompanhar o seu progresso todos os dias.

O melhor de tudo é que você pode experimentar o nosso método e comprovar sua eficácia sem compromisso. Interessou? Clique aqui e saiba mais.



4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Muito dos que reprovam na primeira vez, fizeram o exame enquanto no nono período. Nesse mesmo tempo, trabalham e estudam para as cadeiras da faculdade. Por isso, para muitos alunos, fica difícil. Já no segundo exame pós curso, conseguem passar. continuar lendo

Essa é a vantagem do www.examedaoab.com

Dá para saber antes as chances de passar, e só se inscrever quando estiver pronto continuar lendo

Desculpas e mais desculpas. continuar lendo

Passei no nono semestre, não precisei de cursinho e fiz particular. Conciliei estágio, faculdade...
A diferença? Estudei bem durante o curso.

Exame mais que necessário, o ensino é sim de baixa qualidade e quem é aluno tem a impressão errada que está aprendendo quando está faltando conhecimento aos montes. continuar lendo