jusbrasil.com.br
23 de Setembro de 2017

'Silêncio que envergonha', diz juiz William Douglas sobre ameaça de estupro contra Sheherazade ignorada pela OAB e pela grande mídia

examedaoab.com
Publicado por examedaoab.com
há 7 meses

Silncio que envergonha diz juiz William Douglas sobre ameaa de estupro contra Sheherazade ignorada pela OAB e pela grande mdia

A Comissão de Direitos Humanos da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil protocolou representação no Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) pedindo a desativação da página humorística de internet chamada "Editora Humanas".

No entendimento da OAB, a página de humor veicularia "conteúdo de apologia à tortura e à violência, bem como de promoção do racismo e de campanha contra o feminismo".

O pedido de censura a uma página de humor chocou internautas. Entre as manifestações, internautas lembraram um episódio em que a jornalista Rachel Sheherazade foi ameaçada de estupro, inclusive por personagens conhecidos, e não houve qualquer manifestação da OAB.

A jornalista é conhecida por suas opiniões, consideradas de "direita".

Veja post da época:

Silncio que envergonha diz juiz William Douglas sobre ameaa de estupro contra Sheherazade ignorada pela OAB e pela grande mdia

O juiz federal William Douglas notou a incoerência da OAB, que não se manifestou quando a vítima não era de esquerda, e afirmou:

"Lamentável a omissão da OAB, imprensa, ativistas etc quando se faz apologia do estupro. Silêncio que envergonha".

Fonte: Folha Política

Você concorda com a afirmação do juiz William Douglas?

Baixe agora o e-book gratuito com os 4 Passos para Aprovação na OAB.

15 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

É só mais um caso que demonstra o quanto essas notas de repúdio têm caráter puramente político e só são emitidas quando convêm. Censura? Inaceitável! Exceto quando favorece as minhas opiniões. continuar lendo

É proibido proibir.... Para mim e para os meus camaradas.

Para os outros pode. continuar lendo

Um silêncio ensurdecedor dos indignados seletivos.

Bom, farisaísmo e mau gosto não são crimes. Mas é fascinante como coincidem com freqüência!

E curioso que é a logo a OAB que patrocina essa cruzada contra alguém que disse algo na internet.

É bom, pagamos a eles para isso, claro. "Defensores da classe". Devem estar sem o que fazer... continuar lendo

Esquerdopatas de plantão, torçam para que o STF condene Bolsonaro, caso contrário, seus dias parasitários estarão contados, pois o nobilíssimo parlamentar certamente se tornará Presidente do Brasil caso seja feita justiça. Lembrando que ainda há mais 3 bolsonaros do mesmo quilate prontos para substituí-lo caso inviabilizem a candidatura de seu progenitor. Por fim, registro minha indignação em tornar réu por "incitação ao estupro" alguém que propôs justamente que estupradores fosse castrados quimicamente. Talvez tal barbárie se justifique em face de seu avanço nas pesquisas e devido a sua comprovada honestidade e combate ao status quo. continuar lendo

Já quando Bolsonaro, em 2003, numa discussão dentro do Planalto, disse que a Maria do Rosário (aquela que defendeu o menor de idade conhecido como Champinha, que estuprou por 3 dias e depois matou Liana Friedenbach e Felipe Caffé, casal que estavam acampando numa região próxima a São Paulo) não merecia ser estuprada, que ele não tinha coragem de fazer por ela ser feia, e por essa fala, gerou um processo contra o mesmo. Por incitar a prática do estupro, segundo os Ministros, Bolsonaro ofendeu a honra da colega e que o STF segura esse processo pra não julgar, creio que deixando-o para um momento oportuno, é o que leva a crer. Isso todo mundo sabe. continuar lendo